Image Slider

MEMÓRIA DO HOLOCAUSTO | CAMPO DE CONCENTRAÇÃO, BERCHTESGADEN E CASA DA ANNE FRANK

| On

Ontem (27.01) comemorou-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. Este foi um dos posts que sempre idealizei partilhar aqui com vocês e, quando no noticiário tomei conhecimento da efeméride, apercebi-me de que não haveria melhor momento.  
Há algum tempo, fiz um género de roteiro por alguns pontos importantes da Segunda Guerra Mundial em vários países: o campo de concentração de Dachau, meia hora a norte de Munique, o Berchtesgaden na Baviera e, finalmente, a Casa Museu de Anne Frank em Amesterdão. 



Dachau foi o primeiro campo de concentração edificado pelos nacional socialistas; construído logo em 1933, depois de Hitler chegar ao poder.


Vários campos de concentração tinham esta inscrição nos seus portões: Arbeit macht frei, em português “O trabalho liberta”, para que os prisioneiros julgassem que aquele se tratava apenas de um campo de trabalho e não de extermínio, evitando assim o pânico geral. Este foi o conceito que escondeu durante muitos anos o que se passou. O portão de Dachau que aqui vemos foi roubado em 2014 (ainda tive a sorte de o ter visto).


Não havia escapatória possível destes campos. Numa extremidade de Dachau havia uma enorme vala precedida por uma grade de arame farpado. No exterior, esperava ainda um rio gélido com ambas as margens cobertas por arame farpado, uma vez mais.


Os campos de concentração tinham inúmeras construções para albergar os prisioneiros. Hoje em dia, normalmente, já só se conservam uns quantos, permanecendo a estrutura térrea de modo a que não restem quaisquer dúvidas do número de pessoas que por lá passaram (como vemos na imagem da esquerda). 

Dentro de Dachau existem várias salas com pertences dos presos e das milícias que lá permaneceram, mas também objetos e relatos que verdadeiramente mostram as atrocidades que se cometeram. Na imagem vê-se uma mesa à qual o prisioneiro era amarrado para ser espancado com o bastão de madeira, tendo de contar em voz alta as arremetidas dos oficiais da SS. Lá é tudo muito cru e nada se esconde; tudo se encontra bem documentado e explicado.


Em outra zona entra-se efetivamente nas camaratas com as salas das camas, cacifos e casas de banho partilhadas. Não sei se conseguem perceber pela imagem mas as paredes de vidro ou madeira têm uma espessura mínima e na Alemanha fazem-se sentir temperaturas baixíssimas.


A câmara de gás e o crematório ficavam numa das extremidades de modo a evitar que os presos se recusassem a ir até lá. Aliás, estes pensavam que iam tomar “banho”, daí a inscrição Brausebad (chuveiros). Os corpos eram transportados para o crematório que se encontrava logo ao lado.



Estima-se que durante os 12 anos, das 200 mil pessoas que lá foram aprisionadas, 41 mil tenham morrido. Em maio de 1945, o campo foi libertado pelas tropas americanas, dias antes do fim da II Guerra Mundial na Europa.




O Kehlsteinhaus (em português, o Ninho da Águia) é uma construção imponente edificada no cume da montanha Kehlstein, a quase 2 quilómetros de altitude. O edifício foi erguido com verbas do Partido Nazi e oferecido a Hitler como prenda pelos seus 50 anos. Este era como que um retiro para férias do führer apesar de lá não ter estado muitas vezes. Tinha uma decoração avassaladora, um elevador com ornamentos em ouro, uma adega com os melhores vinhos e obras de arte roubadas pelos nazis. Muitas da fotografias que existem de Hitler com Eva Braun foram ali tiradas.
Não sei se já viram a minissérie Irmãos de Armas (a minha série preferida de sempre!! Vejam! Tem uma qualidade incrível!) sobre a história dos soldados americanos da Easy Company; nos últimos episódios, com a conquista do Ninho da Águia, vemos uma reconstituição que nos mostra como seria o interior (já que grande parte dos móveis e objetos foi removida). 


O Berchtesgaden diz respeito à área completa: o centro de documentação sobre a guerra, o bunker e o Ninho da Águia, o chalé no topo da montanha.  

Sobre a casa da Anne Frank, em Amsterdão, não vos consigo mostrar fotografias já que é estritamente proibido fotografar ou gravar no interior (as imagens que vos mostro aqui da casa não são minhas). 


No entanto, posso dizer que é completamente impressionante já que muito do que lá está parece imutável e porque subimos realmente aquelas escadas minúsculas íngremes e vemos, inclusivamente, o anexo secreto da família.

Não sei se gostaram deste post mais fora do comum mas é um rumo que também quero incluir no blog: ir partilhando com vocês este conteúdo mais “cultural”.
Sinto-me verdadeiramente privilegiada por ter feito esta viagem; é um período que me fascina. É muito violento psicologicamente tomarmos consciência e ver realmente a barbárie e dor que o Homem tem a capacidade de infligir, no entanto, faz parte da História e é incontornável conhecermos este período negro da cronologia mundial (mas sobretudo europeia), sobre o qual ainda nem se passaram 100 anos.
Eu e o meu namorado já estamos a idealizar uma segunda viagem ainda maior de modo a incluir muitos mais pontos importantes da Segunda Grande Guerra.

Não queria obviamente passar-vos aqui uma aula de História mas acredito na partilha de informação e acho que não nos devemos ficar pelos outfits, maquilhagem, filmes ou séries de televisão. Acho que tudo o que conseguirmos passar de valor uns aos outros é mais que válido. Qual é o vosso feedback?

Beijinhos grandes,

BOOHOO HAUL - TRY-ON | COMPRAS ONLINE (COM VÍDEO!)

| On


Olá meninas/Hi girls,

O post de hoje é muito diferente do habitual. Bem, ele nem é bem um post… Aventurei-me e fiz um vídeo para vocês. Já ando há imenso tempo para fazer um haul com algumas das compras que tenho feito na Boohoo, uma loja online britânica (a minha preferida!). Tem uma variedade enorme e adoro o facto de serem tão femininas. 

A qualidade do vídeo não é perfeita (câmara antiga e novo software de edição, bad match), mas a intenção foi a melhor. Achei que fazendo um vídeo ficariam com uma ideia muito mais real das peças. Mais tarde farei outro vídeo com as restantes (e câmara nova, I hope). Espero que gostem. Tudo o que estou a usar é da Boohoo e os links fica lá em baixo. 

This post is extremely different from the usual. Well, this isn’t accurately a post but… Oh well! At last, I decided to bring you a video about my purchases at Boohoo, my favorite (!!) online fashion retailer.  It has a huge variety and I love the fact that they are all so feminine.
The video quality is not the best (old camera and new editing software, bad match), but the intent was the best. I thought that by sharing a video you would get a much more realistic idea of the pieces. 
Later I will share with you another one with the remaining (and future :P) acquisitions (and the new camera, I hope). All the links are below.

   
  • #1 Body preto/Black bodysuit – esgotado/sold out (semelhante aqui/similar here)
  • #2 Blazer camel sem colarinho/Colarlless blazer - aqui/here
  • #3 Camisola lace up/Lace up topaqui/here (com um desconto maravilhoso!/Amazing discount!)
  • #4 Camisola crop top/Crop topaqui/here
  • #5 Skater skirt rosa com pregas/Pink skater skirtaqui/here
  • #6 Skater skirt bordeaux/Wine skater skirtaqui/here
  • #7 Vestido florido de manga curta/Cap sleeve floral dressaqui/here
  • #8 Vestido florido manga comprida/Long sleeve floral dressaqui/here (com um desconto maravilhoso!/Amazing discount!)

Gostaram? Alguma peça em particular? :D

P.S: já tenho outro post preparado com dicas para comprar na Boohoo (o que comprar, o que evitar, serviço, shipping e tudo o resto).

Beijinhos e um ótimo fim-de-semana!

PS: I already have another post arranged with the best tips for buying at Boohoo (what to buy, what to avoid, service, shipping and everything else).

Xoxo! 

MULHER PREVENIDA VALE POR DUAS | O QUE LEVO NA MALA

| On
O título diz tudo sobre a minha mala. É do género da da Mary Poppins, quando parece que não pode sair mais nada, eis que vos consigo surpreender. Levo tudo comigo. Já que passo o dia longe de casa, tenho de sair precavida para as mais variadas situações. 


Comecemos pelo básico. A carteira é, obviamente, imprescindível, tal como a chave do carro. Comigo levo sempre também um snack. Tudo bem, admito que este não é dos mais saudáveis mas umas bolachinhas com pepitas de chocolate aconchegam sempre quando estamos longe de casa. Para a minha bolsinha do passe, aproveitei a do Oyster Card que usei da última vez que fui a Londres com o namorado. Naqueles dias em que me sinto menos motivada, dá-me sempre uma forcinha extra porque me recorda desses dias mas também de um dos grandes objetivos que tenho: viajar muito. 


Chamo a esta bolsa “Os meus primeiros socorros”. Nela tenho sempre a bolsinha vermelha mini com comprimidos para os mais variados sintomas e pensos (todos gozam mas quando precisam de algo, é a mim que pedem), fio dentário, uma pinça, uma lima, batom hidratante, batons (apesar de na imagem só constar um), pó compacto (este da Oriflame tem um espelhinho por isso é super prático) e uma latinha mini da Nivea para possíveis queimaduras ou pele seca.



A Wet Brush é maravilhosa! É a minha escova de eleição. Quando encontrei esta em tamanho pocket, não hesitei em comprar! Dá-me imenso jeito. Toalhitas e lenços de papel são primordiais para mim. 


Também na minha mala, levo sempre o meu estojo (com pugs, obviamente)! Parece digno de uma criança: borracha e lapiseira da Nici, canetas-marcadores em formato de comprimido (comprei no Ebay), marcadores de página em forma de ursinhos e pinguins (comprei igualmente no Ebay)… 


Por fim, tenho sempre um livro para ler durante viagens de transportes públicos. Neste momento estou a terminar a Ilíada. Os meus óculos também andam sempre comigo para aqueles momentos em que tenho a vista mais cansada. Tenho também uma garrafinha para água ou por vezes chá. Esta, que se assemelha à Pedra de Roseta, foi um presente do meu namorado (adoro História do Antigo Egipto). 


*de fora ficaram o meu guarda-chuva e caderno de notas

Vocês são como eu ou só levam o básico? :D

Beijinhos e uma boa semana para todas!

VESTIDOS A 8 EUROS? EU QUERO!!!

| On
Quem é que não gosta de uma boa pechincha? Eu admito que sou daquelas pessoas que gosta de fazer um bom achado; mas mantenho-me criteriosa, obviamente, não compro ao desbarato. Gosto de procurar e de encontrar. E não tenho preconceitos alguns acerca de comprar em lojas com preços mais baratos (lá está, sempre com racionalidade). E vocês? Qual a vossa opinião?

Neste sentido, vim mostrar-vos este vestido que comprei hoje ao final da tarde na estação de Entrecampos (desculpem a qualidade das fotografias que não é a melhor porque tirei à pressa antes de jantar só para vos mostrar :P). É um vestido muito fluido, com mangas largas, folhos no fim, num tom cinzento a puxar para o roxo, que acompanha as tendências lace up. E sabem o melhor? O preço! Não chegou aos 8€! E havia em muitas cores!
Acho que fica muitíssimo bem com uns collants e umas botas altas! Vocês gostaram?

Como foi a vossa primeira semana do ano? A mim está a custar-me tanto!

Beijinhos,


NATAL | RECEBIDOS

| On


Então, como foi a vossa passagem de ano? Desejo-vos um grande ano de 2016 e que todos os vossos desejos se concretizem!

Não faria sentido fazer uma wishlist de Natal se depois não partilhasse convosco aquilo que havia verdadeiramente recebido. Posso dizer-vos que adorei as minhas prendas! Recebi muitas coisas das quais estava mesmo a precisar. Não consegui incluir tudo mas tenciono, com tempo, mostrar a roupa que recebi mas que ficou de fora desta lista. :)

Como podem ver, recebi um anel da Pandora muito bonito e clássico. Ofereceram-me ainda um anti-olheiras da Lancôme, um primer da Dior e um creme para prevenção das primeiras rugas da Shiseido (depois, quando tiver opinião fundamentada, faço review).
Não consta aqui mas recebi o tal casaco preto de inverno que vos falei que precisava. O meu é da Cadena, fabrico nacional, lindo, quentinho e de ótima qualidade! Recebi também este body bordeaux lindo!
Recebi uma agenda fofinha para este ano e o (deliciosoo!) livro de receitas com base na Nutella (já vos disse que sou doida por Nutella?!). Depois partilho convosco as melhores receitas!
O que é que me dizem dos meus novos Nike Roshe? Lindos, não são? Têm um cinzento escuro que os tornam muitos versáteis.
E, de mim para mim, comprei os Sims 4 (comprei online a um ótimo preço; depois conto-vos como e onde!).

E vocês? O que receberam?

Espero que o vosso Natal tenha sido recheado (de prendas, doces e amor, claro)!

Beijinhos,

Custom Post Signature

Custom Post  Signature