MEMÓRIA DO HOLOCAUSTO | CAMPO DE CONCENTRAÇÃO, BERCHTESGADEN E CASA DA ANNE FRANK

| On

Ontem (27.01) comemorou-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. Este foi um dos posts que sempre idealizei partilhar aqui com vocês e, quando no noticiário tomei conhecimento da efeméride, apercebi-me de que não haveria melhor momento.  
Há algum tempo, fiz um género de roteiro por alguns pontos importantes da Segunda Guerra Mundial em vários países: o campo de concentração de Dachau, meia hora a norte de Munique, o Berchtesgaden na Baviera e, finalmente, a Casa Museu de Anne Frank em Amesterdão. 



Dachau foi o primeiro campo de concentração edificado pelos nacional socialistas; construído logo em 1933, depois de Hitler chegar ao poder.


Vários campos de concentração tinham esta inscrição nos seus portões: Arbeit macht frei, em português “O trabalho liberta”, para que os prisioneiros julgassem que aquele se tratava apenas de um campo de trabalho e não de extermínio, evitando assim o pânico geral. Este foi o conceito que escondeu durante muitos anos o que se passou. O portão de Dachau que aqui vemos foi roubado em 2014 (ainda tive a sorte de o ter visto).


Não havia escapatória possível destes campos. Numa extremidade de Dachau havia uma enorme vala precedida por uma grade de arame farpado. No exterior, esperava ainda um rio gélido com ambas as margens cobertas por arame farpado, uma vez mais.


Os campos de concentração tinham inúmeras construções para albergar os prisioneiros. Hoje em dia, normalmente, já só se conservam uns quantos, permanecendo a estrutura térrea de modo a que não restem quaisquer dúvidas do número de pessoas que por lá passaram (como vemos na imagem da esquerda). 

Dentro de Dachau existem várias salas com pertences dos presos e das milícias que lá permaneceram, mas também objetos e relatos que verdadeiramente mostram as atrocidades que se cometeram. Na imagem vê-se uma mesa à qual o prisioneiro era amarrado para ser espancado com o bastão de madeira, tendo de contar em voz alta as arremetidas dos oficiais da SS. Lá é tudo muito cru e nada se esconde; tudo se encontra bem documentado e explicado.


Em outra zona entra-se efetivamente nas camaratas com as salas das camas, cacifos e casas de banho partilhadas. Não sei se conseguem perceber pela imagem mas as paredes de vidro ou madeira têm uma espessura mínima e na Alemanha fazem-se sentir temperaturas baixíssimas.


A câmara de gás e o crematório ficavam numa das extremidades de modo a evitar que os presos se recusassem a ir até lá. Aliás, estes pensavam que iam tomar “banho”, daí a inscrição Brausebad (chuveiros). Os corpos eram transportados para o crematório que se encontrava logo ao lado.



Estima-se que durante os 12 anos, das 200 mil pessoas que lá foram aprisionadas, 41 mil tenham morrido. Em maio de 1945, o campo foi libertado pelas tropas americanas, dias antes do fim da II Guerra Mundial na Europa.




O Kehlsteinhaus (em português, o Ninho da Águia) é uma construção imponente edificada no cume da montanha Kehlstein, a quase 2 quilómetros de altitude. O edifício foi erguido com verbas do Partido Nazi e oferecido a Hitler como prenda pelos seus 50 anos. Este era como que um retiro para férias do führer apesar de lá não ter estado muitas vezes. Tinha uma decoração avassaladora, um elevador com ornamentos em ouro, uma adega com os melhores vinhos e obras de arte roubadas pelos nazis. Muitas da fotografias que existem de Hitler com Eva Braun foram ali tiradas.
Não sei se já viram a minissérie Irmãos de Armas (a minha série preferida de sempre!! Vejam! Tem uma qualidade incrível!) sobre a história dos soldados americanos da Easy Company; nos últimos episódios, com a conquista do Ninho da Águia, vemos uma reconstituição que nos mostra como seria o interior (já que grande parte dos móveis e objetos foi removida). 


O Berchtesgaden diz respeito à área completa: o centro de documentação sobre a guerra, o bunker e o Ninho da Águia, o chalé no topo da montanha.  

Sobre a casa da Anne Frank, em Amsterdão, não vos consigo mostrar fotografias já que é estritamente proibido fotografar ou gravar no interior (as imagens que vos mostro aqui da casa não são minhas). 


No entanto, posso dizer que é completamente impressionante já que muito do que lá está parece imutável e porque subimos realmente aquelas escadas minúsculas íngremes e vemos, inclusivamente, o anexo secreto da família.

Não sei se gostaram deste post mais fora do comum mas é um rumo que também quero incluir no blog: ir partilhando com vocês este conteúdo mais “cultural”.
Sinto-me verdadeiramente privilegiada por ter feito esta viagem; é um período que me fascina. É muito violento psicologicamente tomarmos consciência e ver realmente a barbárie e dor que o Homem tem a capacidade de infligir, no entanto, faz parte da História e é incontornável conhecermos este período negro da cronologia mundial (mas sobretudo europeia), sobre o qual ainda nem se passaram 100 anos.
Eu e o meu namorado já estamos a idealizar uma segunda viagem ainda maior de modo a incluir muitos mais pontos importantes da Segunda Grande Guerra.

Não queria obviamente passar-vos aqui uma aula de História mas acredito na partilha de informação e acho que não nos devemos ficar pelos outfits, maquilhagem, filmes ou séries de televisão. Acho que tudo o que conseguirmos passar de valor uns aos outros é mais que válido. Qual é o vosso feedback?

Beijinhos grandes,
42 comentários on "MEMÓRIA DO HOLOCAUSTO | CAMPO DE CONCENTRAÇÃO, BERCHTESGADEN E CASA DA ANNE FRANK"
  1. Oi Rita! (:
    Você visitou a casa de Anne Frank? Que sonho! <3 Amei esse post, acho que isso não pode ser esquecido. Quando uma história é esquecida, ela morre e corre o risco de se repetir. Admiro muito Anne do fundo do meu coração! Chorei do início ao fim lendo o diário dela <3

    Super beijos,
    http://www.16primaverasblog.com/

    ResponderEliminar
  2. Acho fantástico este tipo de post, muito (in)formativo. Para mim que não sou propriamente pro em história é uma forma bem fácil de ficar mais informada. E as fotos estão muito boas...deve ter sido mesmo uma excelente experiência.
    Viaja muito e conta-nos tudo! ;)

    Beijinhos,
    makeithappenbym.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Não fazes ideia do quanto gosto deste género de posts!
    Também gosto de me cultivar em relação a estas matérias.
    Deste-me uma novidade! Não fazia ideia que não se podia fotografar dentro da casa da Anne Frank. Ok, tem lógica! Mas não deixaria de ir lá por ver fotografias.
    É um local que quero muito conhecer, porque aposto que existem muitas histórias para contar que só saberá quem visita.

    Parabéns pelo post! :) beijinhos

    Blog La Petite Dani | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Adorei o post! Tenho bastante curiosidade neste período de tempo e já vi alguns filmes, mas estar nestes sítios e saber o que se passou lá até deve arrepiar um pouco. Obrigada por teres partilhado isto Rita! Beijinhos :)

    Saltosecomputadores.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Adorei este post! Este é um assunto que é rara a vez que vejo imagens e não me vem as lágrimas aos olhos. É demasiado monstruoso...mesmo apenas vendo os sítios vazios é demasiado forte...
    Gostei mesmo Rita, este post foi muito especial. Por norma não publico nada mais sério no meu por me querer abstrair do mundo "real" pelo menos aqui...mas achei super interessante ver esta tua publicação com a respectiva reportagem fotográfica.
    Muitos beijinhos para ti minha querida Rita.
    elisaumarapariganormal.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Fantástico post .Fiz à algum tempo para a faculdade um trabalho sobre o holocausto. é um dos meus temas preferidos que muita gente prefere esquecer . No entanto é sempre bom recordar as atrocidades que lá foram cometidas para que nunca mais sejam repetidas
    beijinhos
    NP: http://sarameirelesthesnowwhite.blogspot.pt/2016/01/the-right-lingerie_29.html

    ResponderEliminar
  7. Bom post, super interessante!! Tinha dado jeito ter visto isto para os trabalhos de história :)
    Beijinhos

    Blog Denise de Assis
    GIVEAWAY aqui

    ResponderEliminar
  8. Um passado de horror...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Que cena, as fotografias estão muito boas, adoro saber mais sobre a segunda guerra mundial e sobre a Alemanha Nazi a história é super forte e interessante, adorava visitar estes lugares devem ter uma força incrível !
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar
  10. Acho super interessante esta parte da história, desperta bastante a minha curiosidade. Nunca visitei esses lugares. Adorei o post, ficou ótimo e as fotos ficaram maravilhosas!
    www.espacegirl.com

    ResponderEliminar
  11. Adorava visitar, não só o campo de concentração de Dachau, mas também o de Auschwitz e o de Bergen Belsen! Acho que seria uma experiência bastante enriquecedora e acaba por nos dar uma certa noção dos terrores da altura. A casa museu da Anne Frank também já faz parte da minha lista de locais a visitar há já algum tempo. Tens muita sorte, sem dúvida! :) Adorei o post e as fotos estão muito boas!

    ResponderEliminar
  12. Gostei imenso do post! Aliás, tenho o livro da Anne Frank e já vou a meio!Também adorava visitar todos esses sitios!
    As fotos estão um máximo ;)

    Adorei o blog, já estou a seguir!
    Um beijinho,
    http://mariacarolinaworld.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Obrigada pelo teu comentário, pena o mundo ser assim !
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar
  14. Eu adorava e contínuo a adorar estudar e saber mais sobre a Segunda Guerra Mundial, sempre me interessou muito, assim como ver filmes sobre o tema. Gostei muito do post!

    Um beijinho,
    http://secretsofablondie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Adorava visitar ambos os sítios, são realmente locais com muita história.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Adorei o post e gostava muito de visitar esses locais, mas o que gostava mesmo era visitar Auschwitz!

    http://imthefifthelement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Gostei imenso de ver este roteiro! Adoro viajar e não conheço nenhum destes pontos! A 2ª guerra mundial foi uma atrocidade a vários níveis...e sim, nem se passaram 100 anos! :(

    beijinhos, Nádia
    My Fashion Insider

    ResponderEliminar
  18. Gostei muito do post, sendo eu aluna de humanidades, adoro história. Nunca visitei nenhum desses sítios mas, sem dúvida, tenho muita vontade de visitá-los um dia, principalmente Auschwitz. No entanto, deve ser bastante doloroso estar num desses lugares e saber as atrocidades que foram feitas contra tantos inocentes.
    Continua com este tipo de posts! Beijinhos :)
    http://universodamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Ola Rita,
    Que dizer, adorei este post, gosto de muita mais coisa sem ser maquilahgem e roupa, e tudo que faz parte da história da humanidade me interessa...leio muito e pesquiso sobre este e outros assuntos, por isso, por mim podes continuar com este registo porque vou estar sempre deste lado para ler.
    Também já visitei a casa de Anne Franke já li o livros algumas vezes.
    Gostava também de ir a Birkenau-Austria e espero faze-lo brevemente.
    Beijinhos

    misscokette.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Adorei este post sobre um assunto que tudo o que tem de assustador tem de fascinante. Tenho uma amiga que ´já lá fui e falou da mística que lá existe. Vi recentemente o filme Ponte dos Espiões que tem a ver com onazismo e aconselho.
    Ritissima Blog

    ResponderEliminar
  21. e já lá vão 100 anos ...
    Adorei o posto e o blog, não conhecia mas já estou a seguir :)
    Beijinhos**
    http://marciadamas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  22. Deve ser uma experiência fantástica, desde sempre tive vontade de lá ir um dia, espero concretizá-lo !
    Vou seguir, um beijinho :*

    ~ PureBeauty ♡ ~

    ResponderEliminar
  23. Adorei o post. Gostava de visitar todos estes lugares cheios de história. Já estou a seguir o blog ;)
    Beijos

    http://nailsbyanas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. Muito obrigada pelo comentário querida <3

    Um grande beijinho,
    http://secretsofablondie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  25. Muito bom seu post, a história da Anne Frank é famosa no mundo todo e é um dia realmente de lamentarmos por haver fases tão tristes na história do mundo.
    Beijos
    Me visita
    blogueirasara.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  26. Adorei o post, acho muito interessante este tipo de assuntos! Tenho muito vontade de visitar Auschwitz!
    Estou a seguir o blog :)

    http://agatadostenis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  27. AAA I am in love with your blog! thanks for sharing:)

    follow for follow?:)

    xoxo
    www.theclosetelf.com

    ResponderEliminar
  28. Adorei o post não só por ser diferente do habitual mas tb por abordar um tema histórico.
    Jinhos
    http://aalbicastrense.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  29. Muito interessante!
    Acho que todos devíamos visitar estes locais para estarmos em real contacto com as monstruosidades que conseguimos fazer.
    Uma experiência única!

    ResponderEliminar
  30. Uma das minhas resoluções para este ano é viajar mais. Sem dúvida que estes sítios estão na minha lista.

    The Golden Soul

    xoxo,
    Inês

    ResponderEliminar
  31. r. são coisas tão simples que fazem a diferença :)
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar
  32. Que post interessante! Hoje em dia é raro encontrarmos posts totalmente originais... Este é um deles, parabéns!
    De todos os locais que mencionaste ainda só visita a casa de Anne Frank em Amesterdão e até hoje foi o museu mais bem construido que visitei.

    ResponderEliminar
  33. Tenho uma curiosidade imensa por estes temas. Devorei o livro de Anne Frank e desde aí que quero muito visitar a casa. Estas coisas não podem ser lidas de ânimo leve e fico sempre um pouco pasmada quando leio coisas sobre o holocausto. Não me passa pela cabeça a tristeza e o horror que esses espaços viram e muito menos o que passou pela cabeça de quem tinha coragem para obedecer a ordens tão cruéis... enfim. Excelente post!

    ResponderEliminar
  34. Talvez por ser aluna de humanidades e por adorar história achei o post super interessante.
    Uma das minhas viagens de sonho é visitar o Campo de auschwitz, espero um dia ter a sorte de lá ir, deve ser uma sensação espetacular...

    ResponderEliminar
  35. Farto-me de ler sobre este assunto , ate porque me estou a licenciar em historia , é muito raro encontrar outras pessoas com os meus interesses que os meus !
    Adorei , explicas-te tudo muito bem <3
    beijinhos
    abelezados20.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  36. R: estou na faculdade de letras de Lisboa , estou a acabar o 3º ano linda :)

    ResponderEliminar
  37. Que coincidência! Ainda hoje vi um filme sobre este terrível acontecimento histórico. O rapaz de pijama às riscas. Adoro o filme, já o vi duas vezes mas é chocante ver aquela realidade.

    http://fifoquices.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  38. Eu visitei os campos de concentração em Auschwitz :)

    P U R E | B L O G

    ResponderEliminar
  39. Nossa! Me deu uma mistura de pânico e lagrimas ao ver essas fotos! Sempre acompanhei de perto essas histórias e todo mal que foi feito ao povo judeu.
    Mas acho muito importante os relatos, as fotos porque nunca cai no esquecimento.
    Já li o diário de Anne Frank e o refúgio Secreto de Corrie Ten Boom. Me emotiva bastante.
    Obrigada pelo post.

    www.chuvanojardim.com.br

    ResponderEliminar
  40. Adorei o post, também penso em visitar e é realmente isso que você falou! Lá não deixo de notar, que é um ambiente pesado, visto nas atrocidades lá cometidas.

    devaneiosdeinverno.blogspot.com.br

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelo teu comentário! ❤ I will look for you and I will find you :P Retribuirei sempre a visita no teu blog! Beijinhos

Custom Post Signature

Custom Post  Signature